Marketing Digital: Como aumentar a sua conversão em 7 passos

Marketing digital
Lucro reduzido? Saiba como ampliar o seu lucro com Marketing Digital
13 de Março de 2018

User experience (UX)

Não basta atrair o internauta para o seu site: é preciso fazer ele virar um cliente e comprar o seu produto/serviço.

Como trabalhar com marketing digital?

Só com boas estratégias de marketing digital e trabalhar intensamente a experiência de usuário (UX) isso é possível. Não dá para nadar, nadar e morrer na praia. É preciso mais que um site com muita gente acessando. Esse é o primeiro passo. O segundo é transformar a audiência em lead (quando ele deixa só de acessar e passa a comprador em potencial, como a gente explica abaixo), e ainda garantir mais: que ele finalize o processo e compre.

Quando o internauta deixa de ser um simples visitante e passa a ser um comprador / cliente, usando outras etapas do seu site, ocorre a conversão. Isso não é mágica ou sorte. Isso é técnica! Estar atento a sua taxa de conversão faz parte saúde financeira do seu negócio.

Até o último ano, essa taxa no conversão no Brasil era em torno de 0,5% a 1%. Isso quer dizer que de cada 200 pessoas que acessam um site e-commerce um deles é – ou deve ser- cliente de fato, ou seja, vai comprar.

Sete etapas para ajudar a aumentar a taxa de conversão em seu site com estratégias de marketing digital:

  1. Guie seu cliente no site: Na internet, sua empresa está 24 horas por dia, 365 dias por ano disponível para os internautas – já você não. Isso quer dizer que o seu site precisa “tirar todas as dúvidas dele” sozinho. Precisa de navegabilidade, informações precisas, mapa para a pessoa achar o que ela quer na hora, com os detalhes que ela precisa. Invista em um site otimizado já;
  2. Imagem é tudo: Não quer dizer apenas fotos, mas toda a linguagem visual, o layout e a aparência do seu site precisa ser atrativo, condizente com o que sua marca expressa e que seja uma ajuda para a o ponto primordial, que é a navegabilidade. Fotos com qualidade e vídeos em boa resolução também fazem a diferença, conforme o seu tipo de negócio;
  3. Detalhe de informações: Não adianta um site rápido, com layout de acesso fácil se o conteúdo é fraco. É preciso “vender o peixe” com informações corretas, detalhes de produtos, como funciona o seu processo de venda e muita atualização. Site parado não atrai cliques. Ter um blog é uma boa alternativa;
  4. Estude as métricas: o grande lance da internet, diferente de outras mídias para marketing, é que você tem acesso a cada passo do seu cliente, cada clique, cada comportamento dele diante do seu site. Isso gera métricas, dados, números e informações precisas fundamentais para direcionar suas ações. Invista em entender todo ferramentas como Google Analytics;
  5. Depoimento de outros clientes: Ninguém quer investir tempo e dinheiro em algo incerto. Por isso as avaliações de outras pessoas são fundamentais para influenciar seus clientes. Ter um espaço para depoimento e avaliações pode impulsionar suas vendas;
  6. Segurança: Quase 60% das pessoas que decidem comprar algo na internet desistem caso se sintam inseguras com relação ao site acessado. Ter um site fácil de navegar – olha a experiência de usuário (UX) de novo aí, gente – já é um bom cartão de visitas. Afinal, nada pior que tentar concluir uma compra, o site “travar” e você ficar na dúvida: será que passou ou não? Investir em selos de segurança também é uma opção que passa credibilidade e confiança ao seu cliente;
  7. De olho no carrinho: Isso mesmo, gaste tempo em ver como otimizar o carrinho de compras. Quase 98% dos clientes já abandonou um carrinho de compras no último segundo, de acordo com dados da Content Trends 2017. Isso vai desde internauta que esquece a senha – ter uma recuperação ali de fácil acesso pode ser um grande diferencial; até problemas de conexão. Há várias estratégias e aplicativos que ajudam a pessoa a “recuperar” o carrinho, sem ter que voltar todo o percurso de compras, comportamento que, vamos combinar, é pra desistir mesmo – dá preguiça procurar tudo de novo!

User experience (UX)O que é lead?

Explicando de forma rápida e rasteira, lead é um cliente em potencial. E como ele vira isso? Quando deixa apenas de acessar o seu site esporadicamente e cria algum tipo de vínculo, como por exemplo, se inscreve para receber uma newsletter, preenche algum tipo de formulário para participar de promoções, acompanha as redes sociais, enfim, engajamento gerado por você por meio de alguma estratégia.

Conversão: que estratégia usar?

Cada modelo de negócio requer estratégias de marketing digital específicas. Diferente do marketing tradicional, a internet exige que você conheça além do seu público-alvo. É preciso conhecer as personas que se relacionam com o seu negócio virtual.

Personas são estereótipos de clientes descritos com uma riqueza de detalhes sobre o que pode ser a personalidade e as preferências dele. Conhecendo suas personas fica mais fácil saber quais canais de comunicação eles usaram e qual linguagem usar para atingi-los. Um negócio pode ter vários tipos de personas. Tudo isso também vai interferir na forma como seu negócio se relaciona com os seus clientes. Saber se relacionar e manter um elo de ligação é fundamental para negócios na internet.

Assim como várias personas, um negócio pode ter várias estratégias. De fato, um profissional de marketing digital é o mais indicado para definir suas personas, os canais mais eficazes para se comunicar com elas e as estratégias mais adequadas para o seu estilo de negócio e suas metas.

A NetGuaraná pode ajudar você a traçar todo planejamento para alcançar as suas metas. Entre em contato e conheça nossa equipe de Marketing digital.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *